Artigos

Conheça nosso Blog ACESSE AGORA

Pilates com bola - história e benefícios


Em um dos últimos posts do ano passado, indicamos a bola suíça como um presente que todos os pilateiros de carteirinha iriam amar, mas esse acessório de Pilates ainda é uma incógnita para muita gente, afinal, de onde veio a ideia de usar uma bola para exercícios fisioterápicos, quem disseminou a técnica e qual a verdadeira importância do uso dela nas aulas de Pilates? Vem que a gente conta!

A bola de plástico, mais popularmente conhecida como “bola suíça”, foi desenvolvida nos anos 60 por Aquilino Cosani, que, apesar de não ter criado a bola para a indústria de saúde e fitness, foi o pioneiro na sua produção e utilização.

A disseminação do uso da bola pela indústria médica, mais precisamente ortopédica, é mérito da médica sueca Susan Klein-Vogelbach. A partir daí, o conceito de bolas de exercício foi importado para a América por Joanne-Posner-Mayer no final dos anos 1980, onde, desde então, as bolas entraram como acessório nos exercícios em academias e consultórios.

No Pilates a bola suiça é usada com o objetivo de alinhar, fortalecer o corpo, isolar e treinar profundamente os músculos posturais. Esse acessório permite um amplo repertório de exercícios sem que isso interfira na sua eficácia, como o uso de colchões de estabilidade para mantê-la no lugar enquanto o aluno se exercita e o uso de pesos ou sistema de cabos aliados a ela. Além de fortalecer os músculos, a bola aumenta o equilíbrio, a melhor percepção corporal de si e também ajuda a melhorar a concentração e recuperar habilidades motoras.

Dinâmico, não é? Venha fazer uma aula teste conosco em uma das nossas 18 unidades e conheça todos os benefícios do Pilates com bola!

Quer saber mais? Então clique aqui e veja todos os artigos publicados.