Artigos

Conheça nosso Blog ACESSE AGORA

Pilates: Benefícios x Custo

Muitas pessoas acabam adiando a decisão de fazer aula de pilates ou mesmo desistindo quando se deparam com os preços. O pilates traz benefícios incomparáveis à saúde, mas por que será que essas aulas são mais caras que as de ginástica comum?

O valor cobrado pelas aulas de Pilates está associado ao alto nível da formação dos profissionais, ao custo de investimento inicial equipamentos e ao pequeno número de alunos por aula.

Pilates: beneficio x custo

Dependendo da região do país, a mensalidade cobrada para duas aulas por semana, pode variar de R$200,00 até R$550,00. Um fator importante que deve ser levado em conta é o atendimento personalizado característico do método. As aulas de Pilates, quando não são individuais, são dadas para duas ou três pessoas, no máximo. Ao contrário das aulas de ginásticas em academia, que chegam a somar 20 ou mais pessoas numa mesma sala. O Pilates é baseado na atenção e consciência corporal. O olhar do professor deve estar sempre atento a cada movimento do aluno, como um personal trainer.

É importante ressaltar que o custo vale pelo tamanho do benefício. O Pilates conquistou o mundo pelo rápido resultado apresentado com uma rotina de treino. Resultados estes que previnem e tratam problemas de saúde como dores na coluna, ansiedade e tensões musculares decorrentes do stress. Sendo assim, se pensarmos que um mês inteiro de aulas de Pilates pode custar muito menos que 1 dia de trabalho perdido ou alguns remédios, fica até barato.

Formar-se em Pilates e manter um estúdio com equipamentos de qualidade requer investimento. Porém, tem-se a certeza de retorno e satisfação. Não só para o investidor que souber gerir bem seu negócio e manter-se atualizado, mas também para o praticante das aulas. Ou seja, os dois lados da moeda, professor e aluno, só tem a ganhar. Quem decide investir em Pilates encontra um bom negócio para a vida toda.

Quer conhecer muitos dos benefícios do Pilates?
Então clique aqui !!

Quer saber mais? Então clique aqui e veja todos os artigos publicados.