Artigos

Conheça nosso Blog ACESSE AGORA

Os músculos do assoalho pélvico e o Pilates


"Assoalho pélvico", apesar de, com o advento do Pilates, ter se tornado um termo bastante trabalhado, ainda deixa a impressão que se trata de um assunto voltado apenas para os profissionais de saúde. Você já tinha escutado falar dos MAP? Sabe onde ficam e como contraí-los? Então vamos aprender um pouco mais sobre a importância desse conjunto muscular.

"Assoalho Pélvico" é um termo utilizado para nomear os músculos que se situam na parte inferior da pelve, tanto no homem quanto na mulher. Suas principais funções são:

  • Sustentação: a força da gravidade e o aumento da pressão intra-abdominal (rir, tossir, contrair, levantar) provocam pressão dos órgãos pélvicos sobre  os MAP, que contraem para manter o posicionamento desses órgãos.
  • Esfincteriana: Os MAP promovem fechamento rápido da uretra e do reto para garantir a continência.
  • Sexual: Os MAP possuem receptores que aumentam a sensação de prazer sexual.

Os músculos do assoalho pélvico formam um oito, sendo que o círculo de cima envolve a abertura da vagina e da uretra e o círculo de baixo envolve a abertura do ânus. 

Um assoalho pélvico saudável tem um bom tônus (firmeza) e elasticidade, entretanto a idade, a falta de exercícios em geral, e mesmo a gravidez e parto (seja ele vaginal ou cesariana) fazem com que estes músculos fiquem mais fracos, o que pode dar início a uma série de danos tais como a incontinência urinária e prolapsos de órgãos pélvicos.
Na maioria das vezes, os exercícios pélvicos podem prevenir e tratar esses problemas. Como todo exercício, esses também necessitam de regularidade e progressão supervisionadas por especialista.

Pesquisas mostram que os MAP são ativados quando ativamos nossa musculatura abdominal profunda, o que o método Pilates faz melhor que qualquer outro exercício, recrutando os MAP para a correta execução dos movimentos.

Se você sofre de algum mal proveniente da fragilidade dos músculos do assoalho pélvico, procure uma de nossas 21 unidades em São Paulo e venha conversar conosco. Vamos tratar seu caso com a maior atenção e nos empenhar em ajuda-lo a ter uma melhor qualidade de vida.

Quer saber mais? Então clique aqui e veja todos os artigos publicados.