Artigos

Conheça nosso Blog ACESSE AGORA

Os 10 mandamentos do Pilates

10 mandamentos do Pilates1- Concentração: Focalizar a atenção nos movimentos que se realiza. Movimentar-se com consciência e intenção clara modifica a qualidade do movimento, que se torna melhor, com maior fluência e menos desgaste de energia. Focamos a atenção unicamente no que estamos fazendo.

2- Relaxamento: É importante relaxar antes de começar a se exercitar. Relaxar antes de cada exercício favorece o ajuste na posição correta e a realização dos movimentos corretos, ao desfazer as tensões que possivelmente tenham surgido na realização de exercícios anteriores.

3- Respiração: A respiração deve ser abdominal, inspira pelo nariz e solta pela boca, sendo que os músculos abdominais são músculos expiratórios, devem ser contraídos durante a expiração, sugando o umbigo para dentro durante este período. (na matéria respiração e força abdominal- detalhado a respiração do método Pilates) Respirando desta forma a energia aumenta, a mente se torna mais clara, o ácido lático é eliminado da musculatura, prevenindo cansaço e dores musculares.

4- Centralização: É a BASE DO MÉTODO PILATES que estabelece o centro de gravidade do corpo. Fortalecer o centro do corpo e estabilizar o tronco são as chaves para obter movimentos seguros e saudáveis! Todos os movimentos devem ser iniciados e sustentados pela contração dos músculos abdominais. Com o fortalecimento do centro do corpo, a estrutura óssea passa a suportar melhor o seu peso e fica mais preparada para mover-se e executar suas tarefas diárias.

5- Controle: O controle da mente sobre o corpo é essencial nos exercícios de PILATES. Pois quando não há um controle consciente, os músculos mais fortes do corpo tendem a dominar o movimento, sendo que temos outros, mais fracos e flácidos com pouco ou nenhum uso. Nos exercícios conseguimos focar todos os músculos desde os mais fortes até os mais profundos quase desconhecidos no nosso corpo.

6- Fluência: Refere-se diretamente à qualidade do movimento, ou seja, à leveza e á ausência de trancos. É a habilidade de movimentar-se com continuidade, suavidade e harmonia. A fluência depende também do controle e do equilíbrio, enquanto a pressa e a imprecisão geram tensão e podem provocar lesões.

7- Coordenação: É a capacidade de realizar diferentes movimentos com diferentes partes do corpo ao mesmo tempo. A consciência corporal e a coordenação chegam a aumentar a tal ponto, que é como se cada parte do corpo possuísse uma mente própria. Para que se tenha coordenação é necessário manter-se consciente do corpo e de suas atividades como um todo.

8- Alinhamento postural: Os exercícios de Pilates exigem alinhamento e contribuem para uma boa postura. O corpo está desenhado de tal forma que seu peso passa pelo centro de cada articulação: o peso da cabeça passa pela primeira vertebra, pela segunda, e assim por diante, através da coluna, pelve, joelhos, tornozelo e pés. Quando por qualquer razão a postura se desorganiza, as articulações, ligamentos e ossos sofrem as consequências.

9- Isolamento das estruturas: Quando se movimenta uma parte do corpo evitando que outras se movam junto, promove-se um alongamento dos músculos que vinculam a parte do movimento com as que estabilizam o movimento.

10- Condicionamento: Refere-se à resistência física ou mental. O método busca organizar e fortalecer os músculos posturais tonifica o corpo de dentro para fora, o que resulta na construção de um corpo saudável e uma postura equilibrada, sem esforço ou estresse. Embora os exercícios não sejam aeróbicos a resistência física é aumentada ao longo do programa.

Quer saber mais? Então clique aqui e veja todos os artigos publicados.