Artigos

Conheça nosso Blog ACESSE AGORA

Menopausa: Como o Pilates pode ajudar

Pilates na Menopausa

Ciclo menstrual interrompido, diminuição da atenção e memória, ondas de calor, insônia, ansiedae, irritabilidade e cansaço são alguns desconfortos da menopausa. Trata-se de um dos principais eventos biológicos na vida da mulher que se dá normalmente em sua fase madura, entre os 45 e 55 anos, período em que a mulher deixa de produzir hormônios, e quem sabe até uma fase do sexo voltado exclusivamente ao prazer. Assim, é normal que várias questões rodeiem a mente da mulher. É preciso alguns cuidados porque a falta de determinados hormônios podem aumentar a probabilidade de aparecer algumas doenças, como as relacionadas ao coração e osteoporose.

A reposição hormonal é uma alternativa para algumas mulheres. A base do tratamento é a reposição de estrogênio que ajuda a equilibrar a produção e a reabsorção do tecido ósseo, fortalece os tecidos da parede vaginal e melhora a lubrificação, aumenta a elasticidade das paredes da uretra e a eficiência do sistema excretor, estimula a produção de colágeno, ajuda a manter a temperatura do corpo estável e melhora o sistema cardiovascular. Por outro lado, apresentam desvantagens, como tratamento prolongado e com custo elevado, volta da menstruação e TPM em algumas mulheres, agravamento da possibilidade de câncer de mama em mulheres suscetíveis.

É preciso enfatizar que a Terapia de Reposição Hormonal nunca deve ser iniciada e abandonada sem supervisão médica. Ainda, a pessoa deve ser bem avaliada pois cada pessoa tem uma necessidade diferente, ou seja, a prescrição deve ser individualizada. As vantagens da Terapia de Reposição Hormonal só são obtidas se seu uso for supervisionado e contínuo.

Ainda, é importante que haja mudanças no estilo de vida, como a inserção de exercícios físicos, um hábito de alimentação direcionado e abolição do fumo. As mulheres fumantes entram na menopausa cerca de dois anos antes, e a menopausa precoce aumenta ainda mais o risco de doenças coronarianas.

Outro forte aliado também reside nos alimentos ricos em vitamina E, C e D3, zinco, ácido fólico, cálcio, magnésio, selênio, omega 3, carboidratos integrais, proteínas de alto valor biológico, substâncias fitoestrogeneas -isoflavona, e fitonutrientes auxiliam na carência de estrógenos e progesterona. A isoflavona, por exemplo, age sobre as ondas de calor e o suor noturno, é encontrada na soja e seus derivados. Já o magnésio, dos cereais integrais, grãos, beterraba e sementes oleagionosas, age, em conjunto com o cálcio, no bom humor, no relaxamento muscular e na formação de neurotransmissores.

Quanto aos exercícios físicos, a sua prática é fundamental , já que o sedentarismo intensifica os sintomas da menopausa e a prática apresenta efeitos contrários, ou seja, amenza esses incômodos. Como na menopausa ocorre uma perda de massa óssea, é importante realizar também exercícios contra a resistência como o PILATES, que também enfoca a postura. Através de técnicas especialmente desenvolvidas para as mulheres, o PILATES, na idade adulta, na menopausa e pós-menopausa, ajuda a mulher a combater o estresse e a amenizar os sintomas da variação hormonal - TPM, as enxaquecas e retenção de líquidos, a prevenir e tratar a osteoporose e a incontinência urinária, além de agir na manutenção da força muscular.

Ainda, para quem precisa desenvolver flexibilidade e força sem criar músculos volumosos, aumentar a capacidade de concentração e equilíbrio para evitar contusões e aperfeiçoar seu desempenho, a prática de Pilates é a escolha perfeita. Pilates ajuda na aquisição de uma boa aparência, o que nos dá confiança e aumenta a auto-estima em qualquer fase da vida. Pode ser praticado inclusive na ocorrência de lesões, pois sua grande adaptabilidade e variedade de aparelhos permitem isolar a parte lesionada e continuar exercitando todo o corpo até a recuperação total.

JOSEH PILATES diz em seu livro "Return to life" - 1945 que, por meio da prática de seu método, as pessoas podiam recuperar a harmonia e o equilíbrio do corpo, além de paz e serenidade na mente. A recuperação dessa vitalidade traria as pessoas “de volta à vida”, obtendo um corpo capaz de suportar o estresse da vida moderna e ainda ter reservas suficientes para desfrutar dos momentos de lazer com a família e os amigos.

Fonte: Flexus Pilates

Quer saber mais? Então clique aqui e veja todos os artigos publicados.