Artigos

Conheça nosso Blog ACESSE AGORA

Benefícios do Pilates para quem sofre com dores nas costas


Os princípios do método Pilates são consistentes com um programa de exercícios que é capaz de promover a recuperação da saúde da coluna, a reabilitação de lesões, e a melhora do alinhamento postural não só aliviando dores como corrigindo problemas de postura.  Em particular, a aprendizagem de executar os movimentos cotidianos de maneira mais saudável, o aumento da consciência corporal e do alinhamento da coluna e o fortalecimento dos músculos posturais profundos que suportam a estrutura óssea e dão suporte a este alinhamento, são benefícios do Pilates que quem pratica o método e  sofre com dores nas costas, com certeza vai obter dos exercícios.

Pacientes com dor recorrente devido a movimento excessivo e degeneração dos discos e articulações intervertebrais são particularmente suscetíveis de sentir rapidamente os benefícios do Pilates. Além disso, as assimetrias posturais podem ser melhoradas, reduzindo assim o desgaste resultante de tensões desiguais nos discos intervertebrais e articulações.

O Pilates melhora a força, flexibilidade e elasticidade dos músculos do quadril e da cintura escapular, capacitando o indivíduo a ter um movimento saudável, apoiado através dessas articulações fortalecidas, e isso ajuda a prevenir o torque desnecessário sobre a coluna vertebral e a sobrecarga de determinadas partes da coluna.

A prática do Pilates também ensina a conscientização sobre hábitos e movimentos que podem estressar a coluna, e ajuda o aluno a mudar esses hábitos para aqueles que preservam o alinhamento e a saúde postural. Atenção à tensão excessiva e a utilização de foco adequado ajuda o praticante do método a utilizar o corpo de forma eficiente.

Benefícios do Pilates para pessoas que sofrem com dores nas costas

Antes de iniciar qualquer novo método de exercícios, é sempre aconselhável verificar com um médico ou outro profissional de saúde se esse método é aconselhável para sua condição física. Antes de iniciar um programa de exercícios de Pilates, é importante verificar se o instrutor potencial recebeu treinamento no sistema de exercícios de Pilates, e que ele ou ela entende quais as necessidades de alguém que sofra quaisquer problemas posturais e dores nas costas. Se uma pessoa começa Pilates após a fisioterapia, o fisioterapeuta deve delinear os principais exercícios identificados como particularmente importantes para a sua reabilitação.

Os princípios do Pilates, são ensinados  desde os exercícios mais simples do sistema de Pilates e não se pode subestimar o benefício de exercícios simples que suportam os músculos posturais profundos do tronco, a consciência corporal, um melhor alinhamento e o uso correto e flexível dos ombros e quadris. Dadas suas raízes no ballet e dança, alguns dos movimentos no sistema de Pilates são difíceis e desafiadores e muitos dos exercícios devem ser evitado por pessoas com dor nas costas ou qualquer doenla postural, ou doença degenerativa ou lesão dos discos intervertebrais. Lembre-se, é sempre aconselhável primeiro consultar um médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios.

Os exercícios no sistema de Pilates devem ser um desafio (mentalmente e fisicamente), mas não tão difíceis que causem desconforto, se um exercício provoca dor – é melhor parar e dizer ao instrutor. O exercício pode ser muito difícil, ou a pessoa pode precisar de ajuda adicional para fazê-lo corretamente.

Finalmente, assim como os problemas e tensões que causam os problemas de postura e as dores nas costas, as pessoas que iniciam no método Pilates podem sentir os benefícios de maneira gradual, principalmente porque não é do dia para a noite que se aprende a usar os músculos de uma de uma maneira correta, e que apoie corretamente a estrutura corporal – ao invés de causar desgaste, sobrecargas e estresse na coluna, isso leva algum tempo e muito empenho.

Compreendendo as causas mais comuns das dores nas costas

Se você não foi diagnosticado com algum problema postural, ou doença da coluna, suas dores nas costas, de modo geral devem ser o resultado de hábitos antigos de má postura seja quando sentado, em pé ou andando. As principais coisas para se lembrar para evitar má postura são sempre tentar manter o corpo “esticado” e ereto, manter seu umbigo sempre puxado para dentro e manter seus ombros sempre puxando para baixo enquanto “finge ter uma corda invisível a puxar sua cabeça para cima”, dessa foram você vai encontrar a sua postura correta, e você deve sentir quase que imediatamente o alívio das pressões dos músculos intercostais e causar relaxamento.

Você pode precisar trabalhar lentamente até aprender a ficar sentado corretamente por longos períodos de tempo, isso porque mesmo os músculos posturais precisam entrar em forma. Mas, quanto mais consciência você tem, melhor você vai se sentir. No caso, para melhorar sua postura enquanto sentado tente manter o peso distribuído igualmente em ambas as pernas. Mantendo sua barriga sempre “puxada para dentro”.

Mas a má postura não é a única culpada pelas dores nas costas. O sedentarismo também é muitas vezes fator predominante. As pessoas simplesmente não foram feitas para se sentar em frente ao computador durante oito horas por dia – ou para se sentar em uma cadeira durante longos períodos de tempo. Se você pensar sobre isso, quando você se senta em uma cadeira, os músculos das costas tem que trabalhar o tempo todo para manter o seu corpo parado na mesma posição. Além de tudo isso, ficar em uma mesma posição não promove uma boa circulação e não facilita na melhoria do tônus ​​muscular. Divida o seu dia de trabalho, levantando-se regularmente de sua cadeira e se esticando, caminhando, ou se você puder, executando algum exercício no intervalo.

Um bom modo de entender e tratar suas dores nas costas, é você estar sempre atento aos movimentos que você executa diariamente, e quais os movimentos que agravam a sua dor nas costas, e quais os movimentos e posições aliviam sua dor nas costas. Então você se dedica a fazer as coisas que fazem você se sentir melhor,  e tenta evitar as posições e movimentos que prejudicam você. Soa tão fabulosamente simples não é? E funciona. Ao tentar um novo exercício, para ver se o movimento faz com que sua dor nas costas piore ou melhore, use essas informações e esse conhecimento corporal para se curar, para sentir-se melhor, para ter mais bem estar. Se você está preocupado em estar prejudicando a si mesmo executando exercícios físicos apesar de sofrer com dores nas costas e problemas de saúde da coluna, converse com seu médico para ter certeza de que com a orientação correta, você estará tratando suas dores e possíveis lesões ou doenças posturais, e depois sugerimos que você encontre um Studio de Pilates mais próximo, agende uma aula experimental e converse com um instrutor de Pilates devidamente habilitado, e dê ao Pilates a chance de promover mais qualidade de vida pra você.

Quer saber mais? Então clique aqui e veja todos os artigos publicados.